Poema de sete fases

Quando nasci, um anjo claro

e esbelto veio até mim,

e declarou, que por mais que eu tente,

não passarão aqui.

 

Solitária, ir à escola

não me basta;

necessito saber,

necessito conhecer.

 

Sozinha,

descubro a vida aos poucos

mas não há fim.

 

Cresço, subo e desço

mas não há fim

nem sequer um motim

para tornar esta vida

[que pode ser decente

algo que motiva.

 

Mas não há fim

neste caos nos confins

deste mundo desajustado

 

As sete fases

das quais muitas

estão por vir

 

Texto da "Sociedade dos poetas vivos".

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: