A tua vida em meu olhar

O projeto do 7º ano “O que pode um corpo?” ganhou diferentes articulações entre os componentes curriculares, ao longo do segundo trimestre. A potência dos mais diferentes corpos foi o que motivou os estudantes a observarem como o corpo pode constituir-se, subjetivamente, pela linguagem, em sua multiplicidade. Especificamente, nos componentes curriculares de Língua Portuguesa e... Continuar Lendo →

Chove descaso

Poemas de Ibirá Costa [1] “AQUELA MESMA HISTÓRIA”   O fUTURO pASSADO A LIMPO . . .   TOMA DE pRESENTE . . .     NA SERVIDÃO DO AMOR, ESCRAVO ESTALO ESBARRO ESCARRO ESCAVO ESTADO EX-BRAVO.       Nos pulmões do lírico                                                 À Kalife Não fale Poesia Que audácia] Numa noite qualquer... Continuar Lendo →

Poema de sete fases

Quando nasci, um anjo claro e esbelto veio até mim, e declarou, que por mais que eu tente, não passarão aqui.   Solitária, ir à escola não me basta; necessito saber, necessito conhecer.   Sozinha, descubro a vida aos poucos mas não há fim.   Cresço, subo e desço mas não há fim nem sequer... Continuar Lendo →

O vento da felicidade

O vento balançava os cabelos no vai-e-vem do balanço, O sorriso se alojava no rosto e dizia "mamãe, eu não canso. Em poucas horas fora médica astronauta e bailarina, Ou uma princesa que no baile a todos fascina.   Os números do relógio ou letras não tinham sentidos, O tempo brincava, vezes correndo, outras se... Continuar Lendo →

WordPress.com.

Acima ↑